APRENDER A GOSTAR DE NÓS MESMOS

2016-04-24

O alcoolismo foi sinónimo de isolamento, mesmo quando estávamos rodeados por outras pessoas que nos amavam… Estávamos a tentar encontrar a segurança emocional, dominando as pessoas ou dependendo delas… Tentávamos à mesma e em vão encontrar uma forma de segurança qualquer através de um processo doentio de controlo ou de dependência.

NA OPINIÃO DE BILL, pág. 252

Quando fiz o meu inventário pessoal, descobri que tinha relações doentias com a maior parte das pessoas na minha vida – por exemplo, com os meus amigos e com a minha família. Sentia-me sempre isolado e só. Bebia para entorpecer a dor emocional.

Pelo facto de permanecer sóbrio, de ter um bom padrinho e de trabalhar os Doze Passos, fui capaz de edificar a minha baixa auto-estima. Primeiro, os Doze Passos ensinaram-se a tornar-me o meu melhor amigo e, depois, quando já fui capaz de gostar de mim mesmo, consegui aproximar-me dos outros e amá-los.

© Copyright, 1990, Reflexões Diárias, traduzido e reproduzido com autorização de Alcoholics Anonymous World Services, Inc.

Receba no seu email a nossa Reflexão Diária