O meu alcoolismo e o COVID

Continuamos à procura de uma solução para o alcoólico que sofre sem saber como há-de resolver o problema do álcool perante esta peste do coronavírus que está a dominar o Mundo! 

Eu sou um alcoólico em recuperação, mas estou sem reuniões de AA. Não está a ser fácil para quem tem problemas com o álcool. Como se não chegasse, teria de haver mais um para nos acompanhar: o coronavírus! Para mim, está a ser um pouco preocupante devido à minha idade, que faz de mim um prisioneiro no cativeiro. 

Estou a tentar ser um alcoólico em recuperação, a tentar não cair em autopiedade. Caso não seja capaz, será o meu fim! Por enquanto, sinto-me capaz de ser mais forte de que a própria doença. 

Sei que sou um alcoólico em recuperação emocional, por mais que me custe. Sou responsável. Farei tudo, com a ajuda de um poder superior a mim, para me manter sóbrio e em sanidade tanto mental como física. Só assim poderei ajudar outros a resistirem ao problema que nos afecta a todas as horas. 

Não será fácil sem as reuniões dos nossos Grupos de AA, embora haja partilhas pela internet. Mas nem todos os alcoólicos têm acesso à internet. Mantermo-nos sóbrios sem reuniões é um assunto sério ou mesmo de morte, e o alcoólico não quer isso para ele. Eu, pelo menos, quero viver sóbrio e continuar com a minha recuperação. 

A minha consciência fica limpa se puder ajudar alguém. A causa do meu problema traz complicações pela idade e, por medo da pandemia, temos muitos membros de AA que ficam em casa fechados. Não será muito próprio para a minha doença, a insegurança é bastante, mas não vou permitir que a pandemia nos arraste de novo para o activo, ou seja, para a doença do alcoolismo. Hoje, penso muito nos meus companheiros, porque esta fase é gravíssima. Só espero que todos nós tenhamos a coragem que nos permita ser mais fortes que a própria pandemia! 

Por todo o alcoólico que ainda sofre e por todo o recém-chegado, espero de mim e de todos vocês coragem e amor à nossa Comunidade de Alcoólicos Anónimos.